Mostra – Albertina Prates 1980 – 2019

Comunicado de Imprensa – salve a data,

 exposição individual “Albertina Prates 1980 – 2019”

 27 de fevereiro a 2 de abril de 2019

 Espaço Cultural Correios de Porto Alegre

 

O Espaço Cultural Correios de Porto Alegre, apresenta  a exposição de Albertina Prates intitulado “Albertina Prates 1980 – 2019” de 28 de fevereiro para 02 de abril de 2019 organizado pela Tartaglia Arte em Roma por Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez.

 

A exposição de pintura de médio e grande porte combinado com instalação e videodocumenti recolhe cerca de 45 obras realizadas entre os anos de 1980 até 2019, diz a artista:” Murmúrios povoam meus pensamentos em tempo absoluto…as emoções me atravessam, me habitam, me povoam, me possuem.\

Turbulando mi`alma o desenho é minha escrita,  meu entendimento de mundo, minha música, meu bailado, meu poema, minha voz…  na composição de minhas obras  o nú é o ponto de partida- sem qualquer forma de vulgaridade, a vestimenta indica o tempo e  a minha proposta é o ATEMPORAL pois falo do ¨SER – HUMANO¨ : homens, mulheres, crianças e sua HUMANIDADE.”

 

No Vernissage em 27 de fevereiro às 18h, a artista Albertina Prates recebe os visitantes e convidados com uma performance.

 

O objetivo da exposição Made in Italy, projetado pelos curadores, Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez oferece obras do artista no mercado europeu durante vários anos, será aberta com o primeira individual  em Porto Alegre, e continuará em outras cidades brasileiras, é o de apresentar uma série de trabalhos selecionados e escolhidos com o artista para a atenção de colecionadores e amantes da arte, precisamente entre os anos entre 1980 e as últimas novidades de 2019.

 

Albertina Prates 1954, nasceu em Criciúma, trabalha e mora em Florianópolis. ¨Na composição de minhas obras  o nu é o ponto de partida- a vestimenta indica o tempo e a minha proposta é o ATEMPORAL pois falo do ¨SER – HUMANO¨ : homens, mulheres, crianças e sua HUMANIDADE.

Formou-se em Artes plásticas – UDESC. Pós – Graduada em Gerontologia – UFSC ; e em Artes Visuais Contemporâneas – UDESC. Foi apresentadora do VARIEDADES Jornal do Almoço- TV RBS.  Atuou no cinema e teatro como atriz, cantora, figurinista e direção artística.  Nas escolas de samba, como Carnavalesca criando enredos, figurinos, carros e alegorias.  Criou o selo emissão especial ¨Área de proteção Ambiental da Baleia Franca¨.  Criou cartões telefônicos – Brasil Telecon – Edição Colecionador.  Participou de Salões de Artes Contemporânea em Blumenau e Itajaí – SC. Participou de exposições coletivas Galeria Tartaglia Arte – Roma . Criou grandes painéis em mosaico e em pintura acrílica em importantes obras públicas – SC.  Tem pinturas espalhadas pelo Brasil e Europa em coleções particulares.  A obra ¨BEEMOT¨ recebeu prêmio de reconhecimento em Belgrado ( medalha de prata ) – Serbia – Museum Night 2013; A obra ¨CASULO¨recebeu prêmio de reconhecimento em Budapeste ( medalha de ouro)- Nádor Galéria –  e  participou de uma exposição coletiva itinerante por Viena, Madri e Berlim ( 2013 ). A obra “CHEIRO DE JARDIM¨  está catalogada no livro do Salon SNBA  – 2013 – Louvre – Paris. A obra ¨CHEIRO DE JARDIM III¨ , recebeu prêmio  ( medalha de prata ) no SALÃO INTERNACIONAL DE ARTE – 2013 – Araras – São Paulo  Participa como Artista Plástica do livro ANTOLOGIA – 10 anos – 2013 – ACALI – Academia Catarinense do livro. Seu nome consta do livro de Artes ¨INDICADOR CATARINENSE¨ – MASC. Participa do Catálogo de Arte e do Anuário de Arte – 2014 – ARTE ATUAL – Salvador – Bahia. Recebeu premio  ( medalha de bronze ) SBBA – Rio International Exhibition – Rio de Janeiro – 2014. Participou da II BIENAL Internacional de Arte Contemporânea – Argentina – 2014  Montou a exposição individual”PONTO FORA DA CURVA”-Espaço Cultural LINDOLF BELLCIC-2015. Montou a exposição individual “Vanitas”-MASC-CIC-2009. Montou a exposição individual”A PELE”- MASC- CIC-2017. Montou a exposição  individual”HABITACULUNS”BADESC-2018. Participou da BIENAL de Curitiba-2017-2018- Filme da Cineasta Mara Salla- Curta- Vídeo Arte- “A ARTE QUE ME HABITA”¨ …na pintura de Albertina Prates percebe-se uma clara dimensão cenográfica… ¨ Rodrigo de Haro – poeta, gravurista, pintor e Membro da Academia Catarinense de Letras. …¨Albertina Prates lutou com a anatomia para inventar torções, que correspondem ao imperativo categórico  de mãos e braços com que o artista busca, traçando, a linha, o ritmo e o espaço. ¨ João Evangelista de Andrade Filho – Membro da AICA. “…Abertina parece pedir que não nos esqueçamos disso: que as coisas, como os seres, não se cobrem, mas se encobrem o tempo todo com véus. Eles são a matéria de sua arte e , crepitando, sibilam segredos, silvam…” “Rosângela M. Cherem- Doutora em História, Literatura, Associada de História e Teoria da Arte-CAVPPAV-CEART”

 

autor: Albertina Prates

título: Albertina Prates 1980 – 2019

curadores: Riccardo Tartaglia, Regina Nobrez

vernissage: 27 de fevereiro de 2019 às 18h00 – entrada franca

sede: Espaço Cultural Correios – Porte Alegre, Rua Sete de Setembro, 1.020, Térreo

Praça de Alfândega – Centro – Porto Alegre – RS

Período: de 28 fevereiro a 02 de abril 2019,

terça a sábado das 10H às 18H – domingo e feriados das 13H às 17H